Logotipo

qui, 29 de fevereiro de 2024 04:27

9 mulheres denunciam religioso por abuso em rituais de cura

Novas vítimas denunciaram o líder religioso acusado de abusos sexuais e atos libidinosos praticados durante supostos tratamentos espirituais em Lucas do Rio Verde (354 km ao norte de Cuiabá). Suspeito também realizava tratamentos em outros municípios de Mato Grosso.


Conforme informações da delegada da Polícia Civil, Ana Carolinne Mortoza Terra, após a prisão do líder, outras 4 mulheres denunciaram os atos e apresentaram versões semelhantes às narradas pelas vítimas anteriores. Ao todo já foram 9 queixas.


Após o cumprimento do mandado de prisão, o suspeito passou por audiência de custódia na quinta-feira (3) e interrogado.  Porém, mesmo diante das denúncias, ele nega os fatos.


“Ele relatou que fazia atendimentos tanto em Lucas do Rio Verde como em Sinop e em Alta Floresta. Então, nós achamos relevante divulgar essa situação nessas outras cidades também, tendo em vista que uma das vítimas é de Sinop. Então, possivelmente novas vítimas aparecerão tanto de Sinop quanto de Alta Floresta e daqui de Lucas do Rio Verde mesmo”, relata.


Informações são de que ele realiza esse tratamento há 20 anos e que a primeira vítima relatou os abusos em 2020.
Investigações também apontam que o suspeito agia por meio de manipulação psicológica, sob argumentos de conexão e troca energética, induzindo as mulheres a passarem por ritual espiritual.


Acreditando que receberia uma cura espiritual, as vítimas deixavam que o suspeito realizasse toques corporais, que configuraram atos libidinosos, chegando em um dos casos ao ato sexual, após ingestão de um chá.


Segundo a delegada, todas as vítimas são mulheres, algumas estavam passando por momento de fragilidade, tendo o suspeito aproveitado dessa condição para ludibriá-las.


“Temos vítimas que foram abusadas desde o primeiro atendimento e outras, que frequentavam o centro por um longo período, gerando até mesmo uma dependência emocional do tratamento realizado pelo suspeito e das substâncias por ele utilizadas”, disse.


Delegada enfatiza a necessidade de ampla divulgação do caso, já que existe a possibilidade da existência de uma diversidade de vítimas.


“Especialmente nas cidades Lucas do Rio Verde, em Sinop e em Alta Floresta, há a imprescindibilidade de divulgarmos e solicitarmos que qualquer pessoa que passou por situação similar, ou de alguma forma foi vítima desse do líder espiritual, que procure a Polícia Civil para denunciar os fatos”, frisou.

Chá do Santo Daime é um chá de uma tradição no estado do Acre. Ele foi criado pelo Irineu Serra, e é utilizado para libertar muitas pessoas das drogas.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

redes sociais

Notícias relacionadas

Ultimas noticias