qua, 24 de abril de 2024 06:37

Assassino de advogada é transferido para raio onde estão presos de alta periculosidade na PCE

O ex-policial militar Almir dos Reis, acusado de assassinar brutalmente a advogada Cristiane Castrillon, foi transferido para o raio oito da Penitenciária Central do Estado (PCE) neste domingo (20), após recomendação do Ministério Público endereçada ao Paiaguás. De acordo com as informações, Almir ficará numa cela isolada para a preservação da vida.

Depois de ter tido a prisão preventiva decretada, Almir tinha sido encaminhado à cadeia de Chapada dos Guimarães (65 km de Cuiabá) destinada à prisão especial de militares. Portaria da Secretaria de Estado de Segurança Pública (Sesp), porém, estende o benefício a ex-servidores da Pasta.

A medida foi questionada pelo Ministério Público após uma provocação da Procuradoria da Mulher da Assembleia Legislativa que cobrou a transferência de Almir para o presídio comum. Neste domingo (20), o procurador-geral de Justiça, Deosdete Cruz Júnior, assinou recomendação endereçada ao governador Mauro Mendes (UB) pelo fim do benefício aos ex-militares.

Segundo ele, a ampliação da prisão especial para quem não exerce mais a função beneficiada fere o princípio da isonomia.

CRIME

Almir dos Reis é acusado de matar Cristiane Castrillon na casa dele no último domingo (13). Segundo a Polícia Civil, a advogada foi espancada, violentada e asfixiada. Depois, o corpo dela foi deixado no Parque das Águas, dentro do carro que pertencia a ela.

Registros do aparelho telefônico da advogada permitiram que os policiais chegassem até Almir logo na sequência. Na casa dele e no carro de Cristiane foram encontrados diversos vestígios de sangue.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

redes sociais

Notícias relacionadas

Ultimas noticias