qua, 24 de abril de 2024 06:05

Ausência de secretário em audiência sobre BRT gera críticas de parlamentares

Não pegou bem a ausência, mesmo justificada, do secretário de Infraestrutura do Estado, Marcelo Oliveira, na audiência realizada na manhã desta terça-feira (15), destinada à apresentação do estudo de impacto de vizinhança referente às obras do BRT (corredor de ônibus), em Cuiabá e Várzea Grande. Parlamentares mencionaram outras ocasiões em que Marcelo não esteve presente e sinalizaram que devem convocá-lo, ao invés de apenas convidá-lo, para uma próxima audiência.

Marcelo não compareceu em razão de um procedimento cirúrgico. Em seu lugar, foi enviado o secretário-adjunto de Obras Especiais, Isaac Nascimento Filho, que foi avisado de última hora sobre a audiência.

Contrariado com a ausência, o deputado Wilson Santos (PSD) citou que no final do ano passado tentou organizar uma reunião com empresários que têm empreendimentos na Avenida da FEB, para a qual também teria convidado Marcelo Oliveira para participar. 

“Mas como sempre ele recusa, ele não vem, não participa. Acredito que ele foi também convidado para estar aqui hoje. Ele não vem nos debates, tem ojeriza aos debates. E marcada a data, marcado o horário, o secretário Marcelo mandou cancelar a reunião [do ano passado]”.

Wilson lembra que, na reunião que mencionou, a Secretaria de Estado de Infraestrutura e Logística (Sinfra) seria representada por Rafael Detoni, secretário-adjunto de Estado de Gestão e Planejamento Metropolitano, que já teria até mesmo aceitado o convite para explicar à população várzea-grandense quais seriam os impactos da obra, além de ouvir sugestões para aprimorar o projeto. “E o Marcelo não permitiu que nós realizássemos essa reunião com o representante da Sinfra”, destacou, indignado.

O deputado Júlio Campos (União), por sua vez, sugeriu que o Parlamento estadual faça uma convocação para garantir a presença do secretário em uma próxima audiência. “Vamos fazer o seguinte: na próxima reunião, que seja obrigado, convocado o secretário de Infraestrutura. Convocado, não convidado. Para ele vir aqui e trazer o projeto, expor. E nós apresentarmos as nossas reivindicações e ser ainda consertado a tempo e a hora, que ainda é tempo, de consertar alguns defeitos que tem essa tão falada obra, que é de vital importância para o transporte urbano de Cuiabá e Várzea Grande”.

Fábio Tardin (PSB) também comentou sobre a ausência do secretário, fazendo a mesma sugestão que Júlio. “Eu pensei que ele estaria aqui, como o senhor [Isaac] disse que ele foi operado, e não está aqui para dar as respostas. E felizmente o senhor, de última hora, que não estava nem sabendo, veio. Houve esse entrave. […] E se tiver necessidade, nós vamos convocá-lo, o secretário Marcelo, seja ele quem for, vamos colocar aqui em discussão nessa Casa e votar, porque aí eu tenho certeza que ele estará aqui para prestar os esclarecimentos cabíveis e necessários para a população de Várzea Grande”.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

redes sociais

Notícias relacionadas

Ultimas noticias