Logotipo

dom, 25 de fevereiro de 2024 09:02

Cotada a vice, Michelly ‘descarta’ aliança com Abílio e diz que seguirá decisão do grupo

Depois de ter sido publicamente convidada a se filiar ao PSB para ser candidata majoritária à Prefeitura de Cuiabá e já ter sido cotada para compor chapa encabeçada seja pelo secretário-chefe da Casa Civil, Fábio Garcia (União), seja pelo deputado federal Abílio Brunini (PL), a vereadora Michelly Alencar (União) disse que seguirá decisão do grupo político liderado pelo governador Mauro Mendes (União).

Apesar de estar focada no projeto de reeleição, Michelly não descartou migrar ao PSB a convite do deputado Max Russi (PSB) para compor com Garcia, pré-candidato a prefeito do União Brasil e apadrinhado político de Mauro Mendes. De acordo com ela, faltando mais de um ano para o início do processo eleitoral, portanto cedo demais para tomar uma decisão em definitivo.

“Permaneço pensando que nós devemos ser leais ao grupo, por isso achei muito simpático do deputado [Max Russi] que a gente faz parte do mesmo grupo de aliança, que é o grupo da base do governo. […] Eu não descarto porque eu aprendi que na política as coisas mudam muito rapidamente e a gente não pode dar uma resposta definitiva”, disse a vereadora, nesta terça-feira (1º).

Por outro lado, disse que Abílio não é uma opção por estar fora do grupo político do qual faz parte. Ela ressaltou admirar o trabalho do deputado federal, com quem partilhou coleguismo na Câmara de Cuiabá entre 2017 e 2020, mas disse estar totalmente focada dentro do grupo político ao qual faz parte.

“Ele não faz parte desse arco de aliança. Não tenho nenhum interesse, não se cogitou isso. Eu só admiro o trabalho dele, mas não tem essa possibilidade. Mas como eu disse né? Eu faço parte de um grupo, eu estou dentro de um grupo e todas as decisões serão tomadas na mesa, dialogando, em especial com o nosso Líder que é o governador Mauro Mendes”, disse a vereadora.

Passe em alta

A vereadora Michelly Alencar passou a ser cotada como vice no início de 2022, após o deputado federal Abílio Brunini ter citado o nome dela ao governador Mauro Mendes (União) como possível vice para selar aliança entre os dois grupos políticos. Ainda no primeiro semestre, ela participou de um almoço com Fábio Garcia quando foi aventada pela primeira vez a chance dela migrar ao PSB para compor chapa com um candidato do União Brasil.

“Posso dizer que eu estou extremamente lisonjeada de estar sendo cotada como uma candidata aí para majoritária, para compor Chapa com o futuro prefeito de Cuiabá, porque o futuro Prefeito Entre esses nomes aí [Fábio e Abílio] e eu fico feliz porque de alguma maneira o termômetro do mandato é um termômetro do trabalho que a gente vem realizando”, analisou Michelly.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

redes sociais

Notícias relacionadas

Ultimas noticias