Logotipo

dom, 25 de fevereiro de 2024 01:29

Defesa tenta impedir transferência de jovem que matou meninas de 7 e 9 anos para presídio em Rondonópolis

A defesa de João Vitor Barbosa da Cruz pleiteou a permanência dele na cadeia pública de Primavera do Leste (235 km de Cuiabá) durante audiência de custódia, no último sábado (5). De acordo com as informações contidas nos autos, o jovem de 21 anos sofreu ameaças de membros de uma facção criminosa em Rondonópolis (218 km de Cuiabá). João Vitor foi preso em Primavera depois de matar Ysabela Raiane Rodrigues dos Santos, 7 anos, e Brenda Raquely Rodrigues dos Santos, de 9 anos, em Rondonópolis, enquanto fugia da polícia numa caminhonete roubada. 

De acordo com o Ministério Público, o pedido de permanência na cadeia de Primavera do Leste foi encaminhado ao juiz do processo principal, no qual houve a expedição do mandado de prisão preventiva, na comarca de Rondonópolis. 

O acidente que matou Ysabela Raiane e Brenda Raquely ocorreu na noite do dia 31 de julho. O carro onde as meninas estavam foi atingido pela caminhonete Amarok furtada, que estava sendo conduzida pelo jovem. 

Em entrevista, o pai das crianças, Paulo Vidal, declarou perdoar João Vitor pelo acidente. Enlutado, Vidal afirmou que não sente raiva ou mágoa do suspeito e colocou a  justiça “nas mãos de Deus”. 

A esposa de Paulo Vidal e outro filho dele, de 9 anos, estão internados em estado grave na Santa Casa de Rondonópolis.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

redes sociais

Notícias relacionadas

Ultimas noticias