qua, 24 de abril de 2024 01:13

Faustão precisará de transplante cardíaco e aguarda na fila, diz hospital

O apresentador Fausto Silva precisará de um transplante cardíaco e aguarda por um doador na fila administrada pelo sistema público de saúde, informou neste domingo (20) o Hospital Albert Einstein, onde ele está internado desde o dia 5 de agosto.

Segundo o boletim médico, o quadro de insuficiência de cardíaca de Faustão se agravou. O apresentador está realizando diálise e necessita de medicamentos para ajudar no bombeamento do coração.

Leia o comunicado divulgado pelo hospital, assinado pelos médicos Fernando Bacal, cardiologista, e Miguel Cendoroglo Neto, Diretor Médico e de Serviços Hospitalares do Einstein:

“Em 05 de agosto, Fausto Silva deu entrada no Hospital Israelita Albert Einstein para tratamento de insuficiência cardíaca, condição que vem sendo acompanhada desde 2020. Ele encontra-se sob cuidados intensivos e, em virtude do agravamento do quadro, há indicação para transplante cardíaco. O paciente está em diálise e necessitando de medicamentos para ajudar na força de bombeamento do coração. Fausto Silva já foi incluído na fila única de transplantes, regida pela Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo, que leva em consideração, para definição da priorização, o tempo de espera, a tipagem sanguínea e a gravidade do caso”.

Vídeo do hospital

Na sexta (18), o apresentador divulgou um vídeo gravado no hospital em que contava estar em tratamento. O vídeo foi compartilhado por João Guilherme, seu filho, em uma rede social. 

No vídeo, Faustão citou a necessidade de cirurgia, pediu orações e citou a equipe médica que o acompanha.

Último programa

Em junho deste ano, Fausto Silva deixou o comando de seu programa na Band, após um ano e meio. Desde então, a atração vinha sendo apresentada por seu filho e pela jornalista Anne Lottermann.

O programa foi encerrado na última sexta, com um episódio gravado e inédito que reuniu Fausto e os três filhos no palco.

Fila no estado de SP

Segundo os dados da Associação Brasileira de Transplantes de órgãos (ABTO), até março de 2023 o estado de São Paulo registrava 20.288 pessoas na fila de espera por um transplante de órgão.

Pelo menos 184 pessoas esperavam por um transplante de coração. Ainda de acordo com os dados, mais de 300 crianças estavam à espera de um transplante, sendo 28 delas de coração.

Os números da Associação também apontam São Paulo realizou 25 transplantes de coração no 1º trimestre do ano, entre janeiro e março. O índice significa queda em relação aos 31 transplantes de coração realizados no mesmo período do ano passado.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

redes sociais

Notícias relacionadas

Ultimas noticias