qua, 24 de abril de 2024 04:37

Juiz manda ex-PM de volta para cadeia de Chapada

Juiz da Vara de Execuções Penais, Geraldo Fidelis, determinou a imediata transferência do ex-policial militar Almir Monteiro dos Reis, 49, de volta à Cadeia Pública de Chapada dos Guimarães. Decisão é da tarde desta segunda-feira (28) e visa resguardar a integridade do acusado. Preso é acusado de matar a advogada Cristiane Castrillon, 48, no dia 12 de agosto.


Ex-PM está recolhido na Penitenciária Central do Estado (PCE), após pedido do Ministério Público Estadual (MPMT) para que não tivesse tratamento especial em detrimento dos demais presos. Ele foi excluído da Polícia Militar por envolvimento a roubo a posto de combustível, em 2013.


Em sua argumentação, o juiz afirma que a cadeia de Chapada não tem nada de especial, ela somente garante que ex-policiais não fiquem junto à população carcerária comum.


“Todavia, neste momento, este corregedor prisional não assinará a sentença de morte de uma pessoa sequer, tampouco, dará aso a insurgências dentro do sistema prisional de Cuiabá e de Várzea Grande”, diz trecho do documento.
Na avaliação do magistrado, deixar o acusado em cela comum colocaria em risco sua vida.


“Pelo exposto, determino a imediata transferência do preso provisório Almir Monteiro dos Reis, para a prisão comum (e não quartel ou alguma prisão especial), sem nenhum tratamento diferenciado, na cadeia pública de Chapada dos Guimarães, o único local onde o Estado, dentro da legalidade, que poderá salvaguardar sua integridade física e psicológica, a fim de que responda o processo e, havendo condenação, permaneça preso durante a pena, sujeitando-o às mesmas regras e sistema de disciplina dos presos comuns, que ele, desde já, enquanto provisório”, consta no documento.


O caso
Conforme já noticiado pelo, Cristiane foi com um primo, na noite de sábado (12), até um bar perto da Arena Pantanal. Lá, ela conheceu Almir. O primo foi embora e ela ficou com o suspeito, até que no fim da noite, foram para casa dele.

Segundo a polícia, lá ela foi agredida e morta asfixiada. O corpo da vítima foi encontrado pelo irmão, durante o domingo (13), dentro do carro dela, no Parque das Águas.

Cristiane chegou a ser socorrida, mas já estava sem vida. DHPP foi acionada e começou as diligências atrás do suspeito, flagrado em câmeras de segurança dirigindo o Jeep dela.
Morta no primeiro encontro

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

redes sociais

Notícias relacionadas

Ultimas noticias